quarta-feira, 22 de março de 2017

TecToy Lança Atari no Brasil

Não, não estamos na década de 80, novamente!  É que a TecToy está lançando o Atari Flashback 7 no Brasil. E não, não é o mesmo Atari VCS 2600. Essa é uma versão do mesmo tipo que a Nintendo lançou do NES, o mini.
 

O Atari Flashback 7, como você deve ter notado, já é a sétima edição desse mini console. Ele vem com 101 jogos na memória, dois controles no estilo clássico do Atari 2600, com fio, e saída de vídeo RCA – nada de hdmi aqui, também - ,não tem entrada para cartuchos e tenta imitar o visual do 2600 de frente de madeira.
É uma opção interessante para quem anda jogando Atari só no emulador e gostaria de curtir uma jogatina mais próxima do que era no console de mesa. Ele vai te dar uma sensação nostálgica parecida com a do console clássico e sem você precisar desenterrar uma TV de tubo.


Mas, nem tudo são flores. A começar pelo preço. No site da TecToy o Atari Flashback 7 está sendo vendido por R$ 499,00 a prazo ou R$ 474,05 a vista no boleto. Mais caro que a nova versão do Mega Drive que sai por R$ 399,00.
Outro detalhe está na lista de jogos. Isso pode passar desapercebido para um gamer mais novo, mas, há ausências significativas de grandes clássicos do Atari 2600 como Seaquest, River Raid, Megamania, Enduro, Pitfall, H.E.R.O. e Frostbite. Todos da Activision, por sinal, e todos jogos que te fariam comprar o console. Afinal, os melhores jogos do Atari são os da época da Activision.
Pode não parecer, mas esses jogos são ausências importantes em um videogame de R$ 499,00. Afinal de contas, o que te faz comprar um console, são os jogos que ele tem na sua biblioteca. E os jogos bons. E deixar de lado jogos da fase mais importante do Atari é erro bem grande. Se o console ainda tivesse a entrada de cartuchos, isso até seria um problema contornável.
Alias, dois dos jogos que citei acima já estiveram em uma outra versão do Atari Flashback. Pitfall e River Raid fizeram parte da biblioteca de games que vieram no Atari Flashback 2, lançado em 2005 e que não foi lançado no Brasil. Atualmente essa versão 2 custa os olhos da cara em qualquer site de vendas on-line, além de ser muito difícil de encontrar.
Mesmo assim, o Atari Flashback 7 não deixa de ser um lançamento interessante no Brasil, uma vez que o público retrogamer por aqui é grande e sedento de novidades e quase sempre somos esquecidos pelo resto do mundo, aonde a versões mini, como esta, do Colecovision e Intellivision, também. Nesse ponto a TecToy merece os parabéns pela iniciativa e todo nosso apoio para que continue a fazer novos lançamentos como esse.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Maluco zera todos os jogos do NES

Eu gosto de videogames. Jogo sempre que posso. Mas tento dosar as coisas na minha vida.

Mas, como já dizia minha bisavó, tem maluco pra tudo nesse mundo!

O polonês e mexicano Piotr Delgado Kusielczuk, após três anos, chegou ao fim da sua jornada de jogar e zerar todos os 714 jogos da biblioteca do Nintendo Entertainment System, o NES de 8 bits.

E ele jogou todos, mesmo. Até mesmo o guia de piano "Miracle Piano Teaching System". Alguns jogos ele fechou em 10 minutos. Outros mais complexos como "Might and Magic Book One: The Secret of Inner Sanctum" ele levou quase 87 horas para finalizar.

O fato é que ele conseguiu criar uma biblioteca com os dados sobre os jogos do NES muito legal!

Para quem quiser ver mais do projeto NESMania, acesse o site oficial ou assista os melhores momentos no canal de YouTube do Mexican Runner.

Noticia do Jogos UOL.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Morre Criador do Pac-Man

Essa não é uma notícia nova, mas não posso deixar de fazer uma singela homenagem a um dos homens que tornou nossa infância mais divertida.

Masaya Nakamura, o pioneiro do videogame japonês conhecido como "o pai do Pac-Man", morreu aos 91 anos.

Nakamura, que morreu no dia 22 de janeiro, fundou uma empresa em 1955 que mais tarde se tornaria a Namco e que se fundiu com a gigante de brinquedos japonesa Bandai em 2005.

O designer de jogos da Namco, Toru Iwatani, criou o Pac-Man amarelo, que chegou ao mercado em 1980.

Nakamura, que ainda trabalhava como conselheiro sênior da Namco, morreu no dia 22 de janeiro de 2017.

Correio americano perde cartuchos raros de Super Nintendo

Os correios americanos, provavelmente fazendo treinamento com os correios brasileiros, perderam um lote de cartuchos raros de Super Nintendo avaliados em cerca de US$ 10 mil dólares!!

O fã, conhecido como Byuu, mora no estado americano de Nova Jersey, e entrou em contato com um colecionador de jogos europeu que mora em Frankfurt, na Alemanha, para fazer um backup dos dados de seus cartuchos de Super Nintendo como forma de preservação.

A ideia era enviar 5 pacotes de 100 cartuchos por vez, com Byuu mandando os games de volta para receber uma nova leva o mais rápido possível.

O primeiro pacote foi e voltou sem grandes problemas, mas a segunda transação foi perdida na volta pelo USPS, serviço de correio nacional dos EUA.

Buyu tentou respostas dos correios que, como o brasileiro, nem se deu ao trabalho de responder. Agora ele pretende reembolsar os jogos.

Via UOL Jogos

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Tec Toy e o Re-lançamento do Mega drive

Na semana de de 07 de fevereiro de 2017 a Tec Toy liberou as primeiras fotos do console de videogame Mega Drive. Para retrogamers como eu – e que já adquiriram o novo console – está sendo sensacional! Todo o mês a Tec Toy faz ou mostra alguma novidade sobre o aparelho que só deve começar a ser entregue em julho de 2017.

O trabalho de marketing que a Tec Toy está fazendo é incomparável! Digno dos tempos que a compania estava no imaginário das crianças e adolescentes que, como eu, viveram aquela época de ouro da guerra Nintendo X Sega! Eles tem feito de uma maneira que a gente se sente parte do processo.

Primeiro foi o re-lançamento do Mega Drive.

Depois, para quem havia adquirido o console, permitiram fazer uma personalização

Agoram liberaram fotos do prototipo!

E agora ficamos esperando anciosamente pelas próximas supresas!

Parabéns à equipe de marketing da Tec Toy!

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Animação 孔明の罠 - Kaizo Trap

Kaizo Trap é uma das melhores animações que eu vi nos últimos tempos. Detalhe. Não é nenhuma novidade. FoI publicada em 13 de novembro de 2015!

domingo, 9 de novembro de 2014

River Raid está disponível para iOS e Android

River Raid é, sem sombra de dúvida um dos melhores jogos lançados para a plataforma Atari 2600. Também dá para afirmar que é um dos maiores clássicos existentes. Inovador, desafiador e viciante, é impossível, ainda hoje, sentar e não ficar pelo menos uma hora jogando. Agora é possível fazer isso no seu iPad, iPhone  ou Android. Divirta-se!
Versão para Android

Versão para iOS

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Super Mario para Atari 2600

A Nintendo, antes de entrar no mercado de consoles de videogames, lançou várias versões de seus mais famosos jogos de arcade para a plataforma da Atari. Mas, jogos criados após o nascimento do NES nunca foram portados. Bom, até porque, a fila anda, e a Atari já estava mais para história.

Entretanto, um animador americano, Chris Spry, desenvolveu uma versão de uma dos jogos mais queridos da história, Super Mario, para o Atari 2600, e agora a está vendendo pela internet, com direito a cartucho e manual de 26 páginas usando a mesma grafia padrão dos antigos jogos. O preço é de US$ 30,00 e, se estiver interessado, está a venda no site AtariAge! Mas corra, a edição é limitada e só 100 cartuchos serão produzidos!

O jogo foi batizado de "Princess Rescue", e recria 16 estágios dos 32 do Mario no NES. Segundo  Spry, o maior cartucho disponível para o formato - com 32 kilobytes de memória - não era suficiente para comportar uma versão completa da jogo.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Créditos Finais do Filme Detona Ralph

O filme Detona Ralph é um prato cheio para quem gosta de videogames antigos. Diria, até, que é um filme obrigatório!  Aqui vai um tira-gosto. Os créditos finais do filme são um show a parte!

Tem também o clipe oficial do Owl City!

sábado, 27 de abril de 2013

Hacker conserta jogo E.T., do Atari 2600

E.T., o extra-terrestre, é um jogo de 1982, feito para a plataforma Atari 2600.  É um daqueles jogos que você achará facilmente em qualquer lista de “Os Piores Jogos de Todos os Tempos” que pululam na internet. Mas, como tem maluco pra tudo, um deles resolveu consertar o jogo!

O grande problema desse jogo começou um pouco antes do seu desenvolvimento. Pouco mesmo! A Atari adquiriu os diretos do filme no final de julho de 1982 e teve cerca de 5 semanas para desenvolver o jogo e lançar. O resultado não podia ser outro. Péssima jogabilidade, atrelada a uma história confusa e arrematada por um monte de bugs!

Entretanto, o jogo tem alguns fãs espalhados por aí, inclusive o hacker autor da façanha, David Richardson, que gastou uma considerável parte do seu tempo livre para consertar o jogo. Ele fez isso pegando o código binário do jogo, editando-o com um editor hexadecimal e com uma forcinha do pessoal dos fóruns do Atari Age !

O resultado? Olha, até não é dos piores.  Ele consertou o irritante bug que impedia que o E.T. encosta-se nos famigerados buracos, mesmo com a cabeça, acertou a cor do E.T. – no jogo era verde e no filme marrom - e mudou o modo como a energia do E.T. era consumida, dando uma balanceada no jogo. Claro, não espere uma reviravolta na história ou outra coisa, o jogo continua sendo aquela chatice, mas, pelo menos agora, é até suportável.

Você é um fã do jogo, mas, tem medo de admitir ou só ficou curioso? Acesso o site do David Richardson e baixe a ROM do jogo consertada. Funciona em qualquer bom emulador de Atari 2600.

Fontes: Site Adrenaline e PCWorld

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Os 25 melhores jogos do NES

O blog Arcade Sushi fez uma lista com o que considera os melhores jogos já feitos para o NES! Leia e tire suas conclusões. A lista está no link que aponta para o site Arcade Sushi.

domingo, 13 de janeiro de 2013

Neo Geo: A SNK cria o videogame dos sonhos de qualquer gamer!

 

1. A muito tempo, em uma empresa japonesa…

     Em julho de 1978, foi fundada em Osaka, Japão, uma empresa que tinha como principal objetivo a criação de programas e componentes de informática. A Shin Nihon Kikaku (新日本企画 – Projeto Novo Japão) ou SNK, começou sua vida desenvolvendo jogos para máquinas de Fliperama, um mercado em franca expansão no inicio da década de 1980. A criação de jogos de grande qualidade fez a companhia crescer rapidamente e, já em 1981, a SNK abria um escritório nos Estados Unidos. Entre 1979 e 1986 a SNK produziu 23 jogos para arcades. Com o sucesso desses jogos a SNK começou a licenciar e portar seus jogos para outras plataformas, sendo “Ikari Warrios” um dos jogos mais famosos dessa época e que foi portado para praticamente todas as plataformas de jogos e computadores da época, entre eles o Atari 2600, Atari 7800, Commodore Amiga, NES, entre outras. Mas, foi em 1989 que a SNK deu sua grande cartada!

2. Fliperama em casa

    Em 1989 a SNK lançou a placa de arcades Neo Geo MVS (Multi Video System). O grande diferencial desse sistema é que, além de produzir gráficos 2D com belíssimos gráficos, os jogos podiam ser trocados de acordo com a vontade do dono da loja de arcade. Isso deixou os donos dessas lojas sorrindo de orelha a orelha, já que não precisavam comprar ou alugar uma nova máquina, era só comprar um novo cartucho da SNK, algo muito mais barato! Claro que a qualidade dos jogos produzidos pela SNK estavam a altura desse novo equipamento, o que o tornou rapidamente um sucesso!

    Diante do sucesso da MVS e vendo a SEGA e a Nintendo ganhando muito dinheiro no mercado doméstico de games, a SNK decidiu lançar um dos melhores consoles de videogame já feitos: O Neo Geo!


Console Neo Geo.


Placa mãe do Neo Geo – AES


Placa mãe de arcades MVS.


Tela de abertura da MVS e da AES.

    O Neo Geo AES (Advanced Entertainment System) tinha exatamente o mesmo hardware das MVS. Isso fazia com que os jogos fossem exatamente iguais ao dos arcades, ao contrario do MegaDrive/Genesis, Nintendo e Super Nintendo que rodavam conversões dos jogos.  Além disso, o Neo Geo tinha controles idênticos às máquinas de arcades e possuía entrada para um cartão de memória em que se podia gravar o andamento dos jogos – uma novidade para a época. Seus cartuchos tinham capacidade para até 330 Megabits de dados, o que permitia jogos com animações e detalhes jamais vistos em um console caseiro. O Neo Geo marcou época e fez muitos gamers sonharem em botar as mãos naquele videogame. E, realmente, ele tinha tudo para dominar o mercado…menos o preço!

3. Um videogame para poucos

    O inicio da década de 1990 foi marcada pela correria para as casas de arcade (aqui no Brasil chamamos de Fliperama). O culpado dessa febre foi um jogo lançada pela Capcom e que se chamava Street Figther II. A SNK soube como ninguém aproveitar essa onda de jogos de luta e lançou diversos títulos, tais como: The King of Fighters, Fatal Fury e Samurai Shodow. E eles tinham certeza que aquela multidão que invadia os arcades iria comprar um Neo Geo para ter em casa e poder continuar a jogatina! Bom…vontade de comprar um Neo Geo todo mundo tinha, mas a imensa maioria dos gamers esbarrou em um detalhe: o preço! Um Neo Geo, nos Estados Unidos, não saía por menos de proibitivos US$ 650,00! Mas até aí tudo bem, já que era um console muito poderoso. O problema residia no preço cobrado pelos jogos. Um cartucho do Neo Geo custava algo em torno de US$ 200,00, que era o preço de um Sega Genesis! Isso em 1990!  Isso limitou muito o público que podia comprar um Neo Geo. O gamer ia na loja, desejava o Neo Geo e levava um Genesis ou um Super Nintendo. O Neo Geo até foi bem no Japão, mas suas vendas na Europa e Estados Unidos, os maiores mercados de games do mundo, sempre foram inexpressivas perto das marcas da Nintendo e da Sega.


Cartucho de Neo Geo.


Comparativo: Um cartucho de Neo Geo equivale a um cartucho de Super Nintendo mais um do NES americano!

    Vendo que, mesmo sendo um produto diferenciado, as vendas do Neo Geo não deslanchavam, a SNK resolveu lançar o Neo Geo com um drive de CD. Esse novo videogame era o mesmo AES, mas com um drive de CD – Drive de CD que tinha velocidade de 1x, que deixava a carga dos jogos extremamente lenta - e com memória interna para gravar o andamento dos jogos: foi chamado de Neo Geo CD. O preço do console não mudou muito, mas agora era possível comprar um jogo por US$ 80,00. O problema é que isso aconteceu somente em 1994. E 1994 é um ano especial para a indústria dos jogos eletrônicos. É em 1994 que ocorreu o lançamento do videogame que mudou todo o mercado. Em 1994 foi lançado o Sony Playstation!

4. O ocaso de um gigante

    A gigante Nintendo sofreu um forte abalo com a chegada do Playstation, mas, sobreviveu. A Atari foi tragada e virou história. A Sega aguentou até o fim da década de 1990 no mercado e agora só produz jogos para as plataformas das antigas concorrentes. A NEC também deixou o mercado dos games caseiros e as casas de arcades praticamente sumiram do mapa. O que dizer da SNK, então? A SNK parou de fabricar o Neo Geo em 1997 e ainda tentou atacar um outro território lançando, em 1998, um videogame portátil chamado de Neo Geo Pocket. O Neo Geo pocket foi fabricado por cerca de 1 ano, e nem é muito lembrado fora do Japão.

   O último suspiro da SNK foi o lançamento da placa Hyper Neo Geo 64, em 1997, que era capaz de gerar gráficos poligonais. A Hyper Neo Geo 64 foi a tentativa de recolocar a SNK no mapa, mas, a estratégia estava totalmente errada. A SNK lançou um hardware para arcades, quando o mercado está todo voltado para o mercado doméstico e as casas de arcades foram praticamente enterradas pela atual geração de consoles e pelos jogos on-line. Assim, a SNK pediu falência no ano 2000, finalizando a era dos videogames 2D!

   Hoje a SNK existe como SNK Playmore e vive da venda dos seus antigos sucessos e na produção de jogos para as atuais plataformas de videogames, celulares e tablets, mas, não é nem sombra do que foi no passado.

6. Relembrar é Viver

   Se você nunca teve acesso a um Neo Geo, não fique triste. Você faz parte de um batalhão de pessoas que só o viu em revistas especializadas da época. Mas, com certeza, deve ter jogado um ou outro dos jogos do Neo Geo nas casas de fliperama que haviam pelo Brasil afora. Agora, você pode relembrar ou conhecer os jogos do Neo Geo usando um dos vários emuladores disponíveis. os emuladores que indico, funcionam muito bem e emulam todos os jogos do Neo Geo com perfeição. Então, é só escolher um deles e se divertir!

- Final Burn
- Kawaks
- Nebula

   Todos os emuladores que indiquei funcionam basicamente da mesma maneira e precisam do arquivo de BIOS do Neo Geo para funcionar.

 7. Bibliografia

Wikipedia: SNK Playmore, Neo Geo, Neo Geo CD e Hyper Neo Geo 64

GameOver: SNK – Uma História de Luta

MiniCastle: A SNK manda todo para a pqp!

Game Senior: Psicologia Senior 04 – Qual foi o grande erro da SNK?

ZineAcesso: A História dos Videogames – Parte 9

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Não faço retrospectivas do ano que se vai. Não gosto de olhar para o passado e ficar remoendo: "Puxa, eu podia ter feito diferente ou agido de outra maneira...". O que passou não tem volta, já dizia a canção! Do que aconteceu já tirei as lições, já cresci e aprendi. Não fico esperando o ano terminar para processar tudo o que já aconteceu e, aí então, tirar as lições. Você tem que aprender e crescer na hora, porque, se ficar esperando, você já ficou no passado. O que interessa é o presente e o futuro! Viva o presente e mire nos seus sonhos e objetivos. Trabalhe, aprenda, cresça e tudo se realizará no seu devido tempo! Que o ano que se inicia seja ainda melhor que o que passou! Feliz Ano Novo para todos!

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Quanto custa?

Você namora aquele videogame de ultima geração, mas, aí, da uma olhada no preço pouco convidativo e deixa para a próxima. Assim as gerações de consoles se sucedem cada vez mais poderosos e caros. Mas, quanto custava um Atari 2600 quando foi lançado nos longínquos anos 1970? O site Gamasutra pegou o preço de lançamento desses consoles antigos e atualizou, aplicando a inflação do período. A reposta está no quadro que segue!

domingo, 23 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

Evolução dos Jogos de Futebol

O site UOL Jogos montou um slide show com imagens da evolução dos jogos de futebol. Desde o Atari 2600 até os poderosíssimos Playstation 3 e XBOX 360. Clique AQUI e confira!